Como fazer uma composteira caseira: passo a passo.

Você já pensou em como a vida é algo em constante movimento? Se fizermos uma analogia com o trabalho da Oudiser na gestão de resíduos, podemos verificar uma mudança significativa na realidade dos resíduos, como por exemplo a destinação dos resíduos para a compostagem e a reciclagem, que são processos de transformação de algo já utilizado em algo novo. E a partir deste pensamento bastante simplista mas significativo, vamos trazer uma sugestão de observação das mudanças que acontecem na vida, usando a metáfora da compostagem. Ou seja, na vida nada é estático, tudo está em constante mudança. Na compostagem de resíduos, isso também acontece, e com cuidado e controles adequados, os resultados são maravilhosos.

Vamos aprender a compostar nossos resíduos orgânicos? E, na observação deste processo, você conseguirá ver que transformações podem dar trabalho, mas ao final, o resultado é muito bom e positivo.

Montando uma composteira

O primeiro passo para iniciar a compostagem caseira é montar sua própria composteira ou comprá-la de algum fabricante. Você deve observar alguns pontos: o tamanho irá depender da quantidade de resíduos que será encaminhado para a composteira; existem dois tipos de processos de compostagem, a normal e a com minhocas, chamada vermicompostagem, lembrando que a compostagem com minhocas é mais rápida; a composteira deverá ficar em local seco e arejado, evitando deixar ao sol ou chuva.

Como fazer sua própria composteira caseira

Você irá precisar dos seguintes materiais:

– 3 baldes com tampa. O tamanho do balde depende da quantidade de resíduos orgânico que você produz diariamente em sua casa;

– 1 furadeira com brocas de 6mm para furar o fundo do balde e de 1mm para furar as laterais dos baldes;

– 1 torneira simples; pode ser uma torneira bem baratinha mesmo; óculos de proteção para evitar machucar os olhos ao utilizar a furadeira;

– tesoura ou estilete, o que você preferir para cortar as tampas;

– folhas secas ou serragem, pode ser folhagem do seu quintal mesmo, resto de grama seca, mas tem que estar bem seco e

– minhocas californianas, que podem ser compradas em peixarias ou você pode pedir algumas para alguém que tenha um minhocário. Sugerimos que utilize as minhocas californianas pois nossas minhocas nativas, essas marrons que encontramos no solo só consomem resíduo já decomposto. A minhoca californiana se alimenta de resíduos frescos, acelerando o processo da compostagem.

 

Passo-a-passo da montagem da composteira

Primeiro faça furos de 6mm no fundo de dois baldes.Os furos largos são para que as minhocas passem de um baldes para outro quando for feita a troca dos baldes. Quando o primeiro balde fica cheio (que está em cima), ele vai para o meio da composteira e conforme vai sendo depositado resíduos orgânicos no novo balde, as minhocas migram sozinhas para o balde que está em cima.

Com a broca menor, deve-se furar as laterais do balde. Estes furos menores são importantes para melhorar a oxigenação e aeração do processo.

Agora pegue uma das tampas e recorte o centro, deixando uma borda para evitar que um balde entre no outro.

Corte uma das tampas deixando uma sobra lateral de 5cm, a segunda tampa faça vários furinhos usando broca 1mm, deixando a terceira tampa sem cortar. Se preferia, ao invés de fazer furinhos em uma das tampas, você pode cortá-la deixando uma sobra de 5cm na lateral e usar uma tela fina para evitar que passe terra ou minhocas para o balde de baixo, deixando somente o líquido escorrer.

Durante a compostagem é gerado um líquido escuro, chamado chorume. Este chorume não tem cheiro e é um poderoso biofertilizante, que quando diluído na proporção 1 para 10, pode ser borrifado nas plantas, hortas e jardins.

No último balde que está sem furos, instale a torneira na lateral,o mais baixo possível.

 

Montagem da composteira

Coloque em baixo o balde com a torneira. Em cima coloque a tampa com tela. Em seguida coloque o balde com furos embaixo e nas laterais. Coloque a tampa recortada e por último coloque o outro balde com furos e a tampa que não está recortada. Agorá é só começar a usar.

A tampa de cima deve estar sempre fechada, evitando sol ou chuva. Você deve encher o balde de cima para então trocar para o vazio que está no meio. O último balde é somente para coleta do chorume.

Conforme a compostagem vai acontecendo, o resíduo vai diminuindo de volume. Esse processo leva em torno de 3 meses.

Como fazer a compostagem dos resíduos

O próximo passo é escolher o tipo de compostagem que irá fazer: compostagem ou Vermicompostagem. Esta segunda utiliza minhocas para acelerar o processo de compostagem e a minhoca ideal para esse processo é a minhoca californiana, pois ela é capaz de se alimentar de alimentos não processados, ou seja, alimentos crus. Neste momento, é muito importante cuidar da temperatura e da acidez de sua composteira, para que elas resistam e se multipliquem.

Você pode colocar seus resíduos orgânicos como cascas e restos de comida crua, casca de ovos, restos de poda de plantas, sementes e depois cobrir com resíduos orgânicos secos, como folhas e galhos secos ou serragem, que servem para controlar a umidade da sua composteira. Observe que o composto não fique muito úmido, nem muito seco.

O que NÃO PODE ir na composteira: Bitucas de cigarro, óleos vegetal e sintético, resíduos especiais, recicláveis, alimentos ácidos em muita quantidade (pois alteram o pH do solo podendo comprometer o processo), contaminantes em geral.

Vantagens da compostagem

Ao final de todo processo você terá conquistado várias vantagens como: a geração de um poderoso biofertilizante; terá produzido um composto orgânico, chamado de húmus, de excelente qualidade e principalmente terá evitado a geração de produção de gás metano, poluição das águas e do solo caso seu resíduo orgânico tivesse sido destinado ao aterro ou lixão.

Agora você já sabe como fazer sua composteira! Contribua com a construção de um mundo melhor fazendo sua parte!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Receba novidades e dicas ambientais no seu e-mail!