Reciclagem de roupas: novas formas de usar

Quando suas roupas estão velhas, que destino você dá a elas? No final do ano, é comum ver todo mundo se desapegando, abrindo espaço para o ano novo e coisas novas. O problema é: a roupa antiga acaba parando em aterros e fica lá por anos…

Inclusive, estima-se que até 2030, produziremos 148 milhões de toneladas de resíduo têxtil ao ano, o equivalente a 17,5 kg por pessoa, de acordo com o Global Fashion Agenda de 2017.

Como você sabe, somos todos responsáveis por esse descarte. Então, antes de jogar fora, pense em quais alternativas são viáveis para a peça. Você pode fazer uma troca entre os amigos, garantindo peças novas para o seu guarda-roupa ou pode doar, inclusive roupa íntima!

Conheça algumas iniciativas que podem te ajudar na hora do desapego:

Amiga Recicla

Sim, a marca mineira de lingeries, Ouseuse, abraçou a causa e lançou a campanha “Amiga Recicla”, incentivando o desapego de roupas íntimas em bom uso para que sejam doadas para mulheres carentes.

Funciona assim: a empresa disponibiliza postos de coleta no showroom da fábrica, em Juruaia (MG), e nas lojas licenciadas em todo o Brasil (no Paraná, tem uma em Campo Mourão). Porém, não é preciso ir diretamente até a loja para fazer o descarte das peças – as roupas íntimas usadas podem ser enviadas de qualquer cidade pelos Correios. Depois, as peças são higienizadas, embaladas e redirecionadas para doação.

Endereço: Rua Ana Vitória, 283, Centro – Juruaia – MG – CEP 37805-000

E-mail: lojavirtual@ouseouse.com.br

Telefones: (35) 99274-0022 | (35) 99177-1035 (WhatsApp)

Pequeno Cotolengo

Parceiro da Oudiser, o Pequeno Cotolengo aceita doações de roupas, inclusive íntimas, em bom estado. Higienizadas, parte das peças vai para a instituição (que abriga pessoas com deficiências múltiplas abandonadas pela família ou em situação de risco) ou é posta à venda no tradicional bazar de móveis e roupas. O evento ocorre todas as terças, quintas e sábados e também nos primeiros domingos de cada mês.

Para doar, basta entrar em contato com a entidade via telefone ou WhatsApp (41 98516-3362). Após agendamento, um dos automóveis realiza a coleta em domicílio. O bom é que não tem quantidade mínima!

Reaproveitamento em casa

Se as peças não estão legais, é possível usar em casa. Camisetas, calcinhas, cuecas e meias podem se tornar paninhos para limpeza da casa.

Se preferir algo mais elaborado, aproveite o tempo livre para fazer almofadas e usar as peças como enchimento. O importante é usar a criatividade e não jogar nada fora.

Composteira

Também é possível depositar as roupas fabricadas com fibras 100% naturais, como o algodão, na composteira (sistema de reciclagem de orgânicos). Quem não tem o método em casa pode apostar em outra alternativa: enterrar o tecido. A dica é cortar a peça em pedacinhos pequenos para otimizar a degradação.

É importante lembrar que isso só vale para fibras totalmente naturais!

Você conhece outras formas de reaproveitamento das roupas? Conta pra gente! Vamos espalhar conhecimento por aí! 🙂

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn