Controle da poluição

A nossa sociedade urbana e industrial teve seu desenvolvimento ocorrendo de forma desordenada, sem planejamento, à níveis crescentes de poluição e degradação ambiental, causando impactos negativos significantes. Estes impactos comprometeram a qualidade do ar, do solo, das águas e da saúde humana.
 

 
Contaminação e poluição fazem parte do cotidiano de milhares de pessoas no mundo todo. Falta de saneamento básico, água potável, condições mínimas de moradia e acesso a sistemas de cuidado com a saúde são determinantes na qualidade de vida das pessoas.
 

 
Quando falamos em poluição, o que vem a sua mente? Poluição dos mares? Do ar? Lixões a céu aberto? Rios contaminados por esgoto? Você sabia que existem vários tipos de poluição? Será que você conhece todas elas? São elas:

Poluição atmosférica.

Poluição hídrica.

Poluição do solo.

Poluição sonora.

Poluição visual.

Poluição térmica.

Poluição luminosa.

Poluição radioativa.

Inúmeras medidas e tecnologias são empregadas na mitigação dos impactos causados pela poluição. Métodos de planejamento, modelos matemáticos, equipamentos, processos tecnológicos alternativos menos poluentes possibilitam a correção de problemas existentes, como também a estimativa antecipada de efeitos e impactos de situações hipotéticas por meio de simulações. A tecnologia é fundamental, mas não é capaz de resolver todos os problemas gerados pela poluição.
 

Para a efetiva mudança nas questões de poluição é necessário planejamento e engajamento de toda a sociedade, visando o desenvolvimento sustentável das cidades.

O desenvolvimento sustentável tem por conceito: “Atender as necessidades da geração presente sem comprometer a habilidade das gerações futuras da atenderem suas próprias necessidades”.

É importante ressaltar que os parâmetros de desenvolvimento sustentável devem respeitar as diversas realidades das sociedades existentes. Medidas de controle da degradação ambiental podem ser preventivas ou corretivas, onde a primeira é sempre a preferencial. É mais barato e mais efetivo prevenir do que remediar. Para isso, precisamos mudar nossos hábitos atuais para uma sociedade mais sustentável e que respeite os limites da natureza e do ser humano.

E você, o que tem feito para diminuir sua poluição no planeta?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Receba novidades e dicas ambientais no seu e-mail!